quinta-feira, 27 de junho de 2013

Reforma Politica


Mais um artigo #diamante de Stephen Kanitz, escrito em 2005, isso mesmo, 8 ANOS ATRÁS.

Concordo integralmente com as sugestões dele para a Reforma Política e faço a minha contribuição: além do voto distrital, sugiro que políticos eleitos para o Poder Legislativo em qualquer esfera (municipal, estadual ou federal), possam assumir cargos no Poder Executivo apenas com a renúncia ao seu mandato.

Essa medida simples traria, além de economia aos cofres públicos, decência ao relacionamento promíscuo entre diversos parlamentos e palácios de governo, principalmente os municipais. Atualmente apenas na esfera federal, temos 43 deputados e 6 senadores licenciados. São secretários de estado e ministros que custam mensalmente R$ 1.149.094,59 à Câmara e R$ 160.338,78 ao Senado, pois a nossa Constituição permite que eles optem em manter o salário de parlamentar, o teto do funcionalismo público: R$ 26.723,13.

"Proponho também uma ideia que baixaria os custos de campanha praticamente a zero: Sem financiamento público, sem horário eleitoral gratuito, sem caixa dois, rabo preso nem dívida de campanha.

(...)

Como eu, muita gente se recusa a ser candidato para não ter de fazer acordos com financiadores de campanha de todos os tipos.

Somos adversos não à política, mas à sordidez das campanhas, aos ataques na televisão e aos debates circenses.

Com essa proposta, acredito que muita gente competente e honesta reconsideraria a sua indisposição à política.

Minha intenção não é ser eleito, mas simplesmente provar que existem outras formas administrativamente mais eficientes de conseguir eleitores."

http://blog.kanitz.com.br/reforma-politica/