quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Amizade Profissional


O termo pode soar estranho à primeira vista mas é exatamente este o tipo de relação mais importante, e não menos negligenciado, com o qual lidamos 1/3 das nossas vidas, ou seja, no nosso ambiente de trabalho.

Não é segredo para ninguém as nuances dos nossos relacionamentos com superiores, subordinados, colegas, clientes, fornecedores e funcionários. Tal como qualquer relação saudável, a Amizade Profissional deve ser pautada, acima de tudo, no respeito, na confiança e na reciprocidade.

Contratos são peças fundamentais em qualquer relação de trabalho, sejam entre pessoas físicas ou jurídicas, mas nenhum contrato, por melhor que seja, vai atender a todos os detalhes, circunstâncias especiais e problemas que podem ocorrer (e ocorrem) no seu emprego, na sua empresa ou em um projeto.

A afinidade e o entrosamento entre as partes envolvidas: cliente/fornecedor, patrão/empregado etc; são essenciais para o sucesso ou o fracasso de um projeto. Entretanto é preciso tomar muito cuidado para não confundir esse relacionamento com o pessoal. Aí está o motivo pelo qual empresas familiares sejam tão problemáticas e porque grandes amigos que resolvem abrir um negócio acabam destruindo a amizade junto com a sociedade.

Alguns gurus e/ou especialistas em carreira propagam o mantra "Problemas? Deixe-os em casa" mas e os problemas do trabalho? Nenhum ser humano é um robô que desliga os seus problemas quando entra no escritório ou quando sai dele. Nós somos seres holísticos, não podemos ser analisados ou julgados pela fria observação de uma parte das nossas vidas, como a extraordinária capacidade que a Dona Sheila tem de organizar as finanças da empresa em 10 planilhas do Excel. E os dois maços de cigarro que ela fuma todo dia? Ou as duas taças de vinho que ela toma para conseguir dormir?

Portanto meus amigos, cuidado com os limites dos seus amigos profissionais e, principalmente, com os limites que VOCÊ dá para seus relacionamentos profissionais. Esse é o segredo para a engrenagem não quebrar.