terça-feira, 20 de setembro de 2005

Quem é quem no desenvolvimento web!

Caros amigos,

Comecei a fazer um prefácio para incentivar a leitura deste artigo do webinsider na minha lista de emails e acabei escrevendo um mini-artigo sobre desenvolvimento de websites :D.
A propósito, o artigo trata de redação para web (ou webwriting), uma área que pode ser explorada tanto por jornalistas como por redatores publicitários e, se o site for voltado para um público-alvo bem específico, especialistas em determinado assunto/área de estudo.

Vamos ao texto: Quem é quem no desenvolvimento web!

Na área de desenvolvimento de web sites, assim como em qualquer área de trabalho, precisamos de um nível de especialização adequado para alcançar o nível de qualidade desejado no produto final.

A figura de "webdesigner" está bastante massificada e, como tudo que é popular demais, acaba por vezes sendo mal entendida ou mal aplicada, acarretando um desgaste e de certa forma uma marginalização da profissão. Com tantos picaretas disputando o mercado com profissionais sérios, acredito que o Webdesigner deve se valorizar e exigir tratamento adequado por parte do mercado.

Acredito também que os projetos web devem ser executados por uma equipe multidisciplinar, composta por profissionais especialistas em sua área e não unicamente pelo "webdesigner-faz-tudo". Essa equipe é dividida em pelo menos três tipos de especialistas: o webdesigner, que cuida do layout do site e da experiência do usuário (internauta), o analista/programador web (ou webmaster), que cuida da lógica da aplicação ou do negócio, linguagens de programação e tecnologias do servidor web aplicadas no projeto e, finalmente, o editor/jornalista web, o responsável por todo o conteúdo do site, com conhecimentos em webwriting e, principalmente, do assunto/público-alvo do website envolvido.

Projetos mais complexos envolvem mais áreas de estudo e seus respectivos profissionais, e como os websites estão cada vez mais se transformando em aplicações web sofisticadas e lucrativas, em breve não estranharemos mais quando ouvirmos falar em arquitetos da informação, engenheiro de websites, designer de interface web, engenheiro de usabilidade etc.

Saudações a todos.